É necessário traduzir “it” todas as vezes?

Não!

– Where’s your office? – It is on the eighth floor.

Onde fica seu escritório? – Fica no oitavo andar.

–  Don’t blame me. It wasn’t my fault.

Não me culpe. Não foi minha culpa.

It seems she is a bit scared.

Parece que ela está um pouco assustada.

It’s still raining.

Ainda está chovendo.

Mas nos exemplos abaixo, fica melhor traduzi-lo:

– Where is my wallet? – I’ve put it on your desk.

Onde está minha carteira? – Eu pus ela (a pus) em cima da tua mesa.

– I don’t think it will help us now.

Não acho que isto nos ajudará agora.

– That is his house, and he has lived in it for over three decades.

Aquela é a casa dele, e ele mora nela há mais de três décadas.

– And the best of it is we’re even now.

E o melhor disto é que estamos quites agora.    

Did you understand it?

Entendeu? 😀

Anúncios

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s