Um dia eu disse isto

A vida e a morte têm critérios misteriosos; a gente peleja pra entender, mas não dá conta. As duas fazem a gente ficar pensando em méritos e deméritos, tentando estabelecer uma regra de mais e de menos, mas acaba não chegando a conclusão alguma. Não dá para estabelecer um padrão.

Há três terças-feiras de carnaval, eu morri para renascer. Levado pelas mãos certas, de amigos, para as mãos certas que me salvaram, para poder, hoje, estar aqui recontando. Não só as mãos eram as certas; o lugar, a distância, o tempo e o momento eram os certos, misteriosa e providencialmente certos. Que incrível tudo isso, que me leva às incansáveis reflexão e gratidão minhas.

Anúncios

One Comment

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s