Os blogueiros

Na minha página do Facebook, eu tenho a mania de contar coisas que me acontecem ou que vejo acontecendo. Coisas que me chamam a atenção, as que me divertem, as que me entristecem, as que me levam à reflexão, as que me despertam irritação. Enfim, as que fuçam meu estado de humor e de espírito, em vez de postar coisas religiosas, coisas de política, de futebol.

Assim, percebi que as pessoas gostavam de ler e de comentar. E alguém, uma blogueira, me sugeriu ter um blog. Tornamo-nos amigos (até então apenas a tinha no Facebook – não a conheço pessoalmente) e ela, em pessoa, formatou a página para mim.

Nunca tive um e pouco sabia como funcionava. Às vezes, mandava perguntas à minha amiga, e ela respondia quando visualizava. Ainda fazemos assim.

Hoje, tenho um pouco mais de intimidade com o blog, mas nem tanta.

O mundo dos blogueiros é uma coisa fascinante. Eu, pelo menos, acho isso. Se vou a uma página, começo a segui-la, ela, em retribuição, começa a me seguir também. Começa a comentar as postagens, e nunca, durante esses nove meses, percebi arrogância nos blogueiros. São pessoas que gostam de escrever e de ler, que, normalmente, têm o que acrescentar e são surpreendentemente inteligentes. Pessoas com quem aprendo muito – e me divirto. Percebo respeito, o que difere, muitas vezes, do pessoal do Facebook.

Então, blogueiros, este post está sendo feito a vocês. Não tenho muitos na minha lista, mas acredito que, com o tempo, conforme vou encontrando mais, a lista de amigos blogueiros aumentará. I hope so.

Um obrigado sincero a vocês, um 2016 “de puta madre” (como se diz na Espanha) a todos!

E. C. Ribeiro

Anúncios

25 Comments

  1. Eu Tb tinha uma pequena comunidade no facebook. Tive dificuldade em iniciar. Tinha mesmo um pé atrás com o face, e como a rede começou. Iniciei, e pouco tempo depois senti o mesmo que você.
    Assino.
    Abraço e um bom ano.
    O Miau do Leão

    Curtido por 1 pessoa

  2. Disse tudo Ed. Também percebi isso e sinceramente, prefiro meus amigos blogueiros que muitos que tenho no meu FB. Mas acho que se deve muito a uma preocupação que não tem lá e em outras redes sociais, a de não invadir ou desrespeitar o espaço outro. Cada um aqui presa o que tem e cuida com carinho. Talvez seja apenas, porque seguimos as pessoas certas, não sei… Mas definitivamente, aqui as pessoas tem mais o que dizer além de: “acabei de acordar” ou “Festa, partiu”. Não que eu não fique feliz em saber que acordou e está vivo, só acho meio óbvio. rsrs
    Bjooo seu lindo.

    Curtido por 3 pessoas

  3. Bahhh guri, te conheci por me seguir e vim ler os textos. Simpatizei com tua escrita, pelo visto como o novo álbum de Tiago Iorc (chamado Troco Likes), estamos praticamente nesse universo, porém, é de fato mais gratificante.

    É como estar numa biblioteca cheia de escritores, cada um tendo um conhecimento específico a oferecer. Eu falo de publicidade e coisas do dia, ou da vida, sob essa ótica da comunicação.

    Continue escrevendo e no que precisar, conte comigo. 🙂

    Curtido por 1 pessoa

  4. Super concordo. Também saí do face recentemente … aliás, me libertei….. sei la…. realmente parece haver vida inteligente nos blogs…. rs Se bem que no face tbm notava algumas coisas legais e bem usadas …. mas a grande maioria….. se distingue muito da linha que seguem os blogueiros… (alguns eu diria… rs) Um ano bacana e que a vida lhe traga boas surpresas…

    Curtido por 2 pessoas

  5. Pura verdade Édi!
    Nunca fui com a face do facebook.
    Aqui no wordpress é diferente, tenho encontrado muitos blogueiros e blogueiras super gente fina.
    E isso de seguir e ser seguido é verdade, rs. É bacana porque todo mundo expõe muito de si quando escreve, então é muito bom ter o retorno disso nas “seguidas”, nos comentários.

    ❤ ❤

    Curtido por 1 pessoa

  6. Acabei de comentar sobre isso com meu amigo, em rede social, que o “mundo” de blogs é tão vasto que comparado ao mundo que vivemos, as pessoas que se encontram no blog é apenas uma ilha, uma parcela que pensa, uma parcela que sabe usar as palavras de formas correta e não é ortograficamente que estou falando, estou me referindo do peso que as palavras carregam. Como elas também são pensadoras a ponto de acrescentarem coisas e não simplesmente serem uma ideia seguida por um artigo compartilhado no facebook, que muitas vezes é apenas visto por um lado e não os dois.
    O blog é um diário, mas não de coisas banais e sim de acréscimo de vida, porque nele tem experiência de pessoas que gostam de passar a informação, de comunicar, de ser o ser humano, pois nossa humanidade está se perdendo “por aí”.
    Gostando demais do blog.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s