Ouvidos que enxergam

Eu estava andando de ônibus elétrico em São Paulo. Não tinha muita certeza do lugar em que deveria descer, para ir aonde pretendia. Então, resolvi perguntar a um rapaz que estava em pé ao meu lado. Ele me disse que não sabia direito porque não era de lá.
De repente, outro rapaz, que estava sentado à minha frente, segurando a mochila com bastante cuidado, e entre as pernas uma bengala, me falou que faltavam dois pontos ainda. Agradeci.
A partir daí, comecei a prestar atenção nele, a querer saber o motivo exato de ter uma bengala. Apesar de não ver seu rosto, deduzi que, talvez, fosse deficiente visual.

Vez ou outra, retirava o celular do bolso, mexia nele um pouco e o guardava.
Quando chegou o “meu ponto”, ele me falou: “É aqui que você tem que descer.”, desta vez virando o rosto para mim. Agradeci novamente – e desci.
O mais incrível dessa situação, pessoal, foi notar que ele era, sim, deficiente visual.
Olhem, ter sido orientado por ele me fez entrar em reflexão – e nela ficar até agora. Seu gesto me fez “enxergar” um pouco mais além do de costume e, inevitavelmente, querer enxergar mais durante os dias que estão por vir, que espero que venham. Concluí que aquele moço enxergava mais do que eu, que percebia a vida mais do que eu e, naturalmente, mais do que muita gente.
Senti-me tocado pela emoção.

Anúncios

3 Comments

  1. Então, já passei por situações semelhantes e sei como nos sentimos a primeira vez. Na verdade já ouvi de mais velhos que usamos bem pouco nossa capacidade sensorial. Quando “perfeitos” anulamos o restante. o Kung-Fu além de toda sua filosofia que é apaixonante nos treina para manter todos estes sensores do corpo em perfeita sintonia, daí a celebre frase, “procurado, não será encontrado, encontrado não será percebido, percebido não será sentido”. Meditação é um bom começo para ajustarmos estas ferramentas que carregamos, pense nisso. =D

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s