Ô dona!

Eu postei este texto no meu Facebook hoje, e alguém me sugeriu postá-lo aqui. Lá vai, então. 😀

Há umas semanas, eu estava varrendo a calçada e ouço, apenas ouço, duas pessoas descendo a rua. Não estavam conversando. Apenas o ruído dos pés me levou à conclusão de que eram duas pessoas.
De repente, uma voz masculina, levemente aguda, pelo jeito de alguém que “não bate bem das ideias”, ou alguém abusado, diz:
– Ô dona!
– Isso não é comigo; é? – pensei e olhei para comprovar. A pessoa, que tinha um andar um tanto estranho, acompanhado de uma moça, não me olhava, o quê, inicialmente, me fez concluir que o “address” não era a mim. Aliviado, eu me senti.
Digo “inicialmente” porque, depois, analisei a situação e me perguntei:
– Se não havia ninguém mais no quarteirão naquele momento, o “dona” foi direcionado a quem? À moça com quem ele estava? Mas ele falaria em voz alta estando ao lado dela como se estivesse chamando alguém distante? Ela seria surda? Ou ele, por me ver de costas, com a tiara na cabeça, cabelos meio longos pensou que eu era mulher? Credo! Se esta última proceder, terei motivos para me preocupar?
Voltando agora há pouco de um breve passeio de carro, passei por uma rua em que ouvi, DE NOVO, a mesma voz – só que desta vez não vi de onde vinha – gritar: “Ô moça!”
Ah! Olhem, muita gente diz que sou educado, mas muitas outras pessoas me acham desbocado. Não que educado e desbocado sejam necessariamente opostos, antônimos. Mas vou dizer uma coisa: paciência me é muito rara. Eu não dei a resposta (a reação) que me veio à boca (Moça é o cu da tua mãe!), mas que tive um enorme desejo de dizer à mesma altura do “Ô moça”, ah, isso tive sim. rsrs
Para concluir, vocês acham que deduzi o quê, entre “não bater bem das ideias” e “ser abusado”, a respeito desse moço?
Moços e moças do meu FB, um beijo a vocês todos! Ô moço! Ô moça!  😀

Anúncios

6 Comments

  1. Pois então, acho que ele foi abusado, já que outra vez repetiu o chamamento. Lendo aqui, mais aberto, o palavrão não me incomodou. rs
    Mas, ó, é bom vc se controlar mesmo. Vai que o moço tá mais pra pra quem não bate bem das ideias do que pra abusado e parte pra briga?
    Gostei do “paciência me é muito rara”. A minha anda assim. Sumidinha, quase.
    Não creio que vc possa ser confundido com uma moça só por causa do cabelo mais comprido. Esse abusado não está bem das ideias! rs
    Beijo.

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s