Noite

Noite que é

Escura e da mudez

Da lua e da nudez

Desfaçada

Das estrelas, do céu

Sombria estrada

Do doce, do fel

Do inocente e do réu

Sorrateiros e arteiros

Faceiros

Liberdade pro encanto

Pra dor

Pro desamor, no entanto

Pro pranto

Esconderijo do pedinte

Convite ao requinte

Lembrança na noite seguinte

Anúncios

2 Comments

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s