Um pouco de humor

Em São Paulo, resolvi que compraria uma bateria nova pro celular. Estava descarregando muito rápido.
Cheguei ao lugar que me indicaram.
– Olá – falei pro chinês ao balcão.
Ele, sem sorrir, acenou de leve com a cabeça.
Fiquei meio sem graça, mas tudo bem…
– Você tem bateria pra este celular? – perguntei.
Ele, ainda sem qualquer expressão de bom negociante, como se sua pressão arterial estivesse em 9×6 – lento, lento – pegou o aparelho na mão, deu uma indiferente olhada e me perguntou:
– Oliginal ou palalela?
– Quanto é cada? – eu quis saber.
Gostei do preço da “palalela”, mas escolhi a “oliginal”.
Ao retirar a bateria velha, ele me disse:
– Batelia insada.
– O quê? – perguntei curioso.
– A batelia tá insada – reforçou ele. – Não segula caga.
– O que será isso? – me perguntei. – Bateria insada?
– Bateria o quê? – insisti em que ele fosse mais claro comigo.
– Insada! – foi mais enfático dessa vez.
– Como se fala “insada” em inglês? – eu falei, na esperança de acabar com a minha dificuldade.
– Non sei – ele respondeu secamente.
O ajudante, paulista – eu notei segundos depois – estava observando a gente e rindo. Aproximou-se e me esclareceu:
– Ele tá dizendo que a bateria tá inchada. Por isso, não segura carga.
Apenas suspendi as sobrancelhas com um “Hmmmmm”, aliviado por não trazer a vontade de saber o que era “insada” pra casa.
Paguei.
Ao sair, ouvi ele dizendo:
– Plóssimo! – chamando o cliente seguinte.

Por falar nisso, dei uma cochilada agora à tarde e acordei com a “cala insada”.

Anúncios

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s