A festa

Duas ou três vozes conversam animadamente.

O aparelho de som é despertado, e, aos poucos, seu volume é aumentado, dizendo que naquele lugar haverá vida e alegria a noite toda.

Aos poucos, começam a chegar os participantes, aqueles que deram sua contribuição durante o planejamento. Pouco tempo mais tarde, são muitos.

Copos de porte não inferior a médio ganham bebidas até se engasgarem e começam, sustentados por mãos que sabem o que estão fazendo, a zanzar pela casa, pelo quintal e pela calçada do portão de fundo.

A vizinhança, penso eu aqui fora, parece estar paciente e se comporta – ainda em minhas suposições – diplomática. Não vejo ninguém espiando por cima de muros, nem pelos vãos de suas janelas.

As horas vão se passando e, depois de terem bebido muito, de terem dançado incansavelmente, se esfregado uns nos outros, homem com homem, mulher com homem, homem com mulher e mulher com mulher, depois de terem experimentado um monte de verdadeiras proibições – e algumas falsas –, pouco antes de o sol despontar lá lonjão no céu, uma viatura da polícia, para negar a minha impressão sobre a vizinhança, passa bem devagarzinho, e isso é o suficiente para que corram ao aparelho e o silenciem. Mas não por muito tempo. Não, até que os representantes da ordem desapareçam na esquina de baixo.

Ouço alguém falando que precisa ir embora, que é tarde, e que a fulana, lá no quarto da casa vazia de móveis, jogada em um colchão no chão, precisa ser acordada.

O dia amanhece, e as mãos que sabiam o que estavam fazendo, todas elas, tomam um rumo diferente, e muitas mal se despedem.

Anúncios

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s